segunda-feira, 9 de setembro de 2013

A bomba que a mídia brasileira esconde do mundo.

O que lerão a seguir é forte, intenso, censurado. Contudo, o que é ficção e o que é real? Adianto que 90% com certeza são realidades brasileiras; os outros 10% há também uma grande chance.

·         O Estado tem que sobreviver a tudo. O povo: somente se não lutar para derrubá-lo. 
(É por isso que manifestantes são lesionados nas manifestações. O Estado tem seus interesses e não é o povo, o interesse é desviar bilhões e os políticos brasileiros estão no topo dessa corrupção, mas não só eles).
·         Os cachorros policiais são mais importantes. Vocês estão abaixo dos cachorros! Entre a vida de um cachorro policial e a de vocês, a do cão vem em primeiro lugar. A hierarquia começa com Aluno Soldado. Depois, o cachorro policial, o Soldado; aí vem o Cabo e por aí em diante.
(Fato verídico. Um SGT PM, instrutor, falou isso a ALUNOS SOLDADOS PM assim que ingressaram na polícia.)
·         Seus salários eram de fome. Pois, durante o curso, não recebiam o soldo integral. Somente teriam seus salários magros, mas o suficiente para sobreviverem. Não com o básico de conforto, mas era uma maneira de sobreviver. Eles ganhavam tão pouco que tinham que economizar na comida e no que compravam. Seus nomes ficaram negativados no banco. Seus cartões estouraram, seus cheques voltaram.
(Fato verídico de Alunos Soldados durante a formação PM. Por razões como essa, alguns, que já são tendenciosos ao crime, saem dos cursos de formação e ingressam em quadrilhas. Policiais quando fardados e criminosos durante a folga da polícia.)
·         A maior parte do Regulamento Policial Militar, como leis, decretos e portarias é imoral, degradante e intruje.
(Fato verídico. O Regulamento da PM é inconstitucional, mas ainda prevalece.)
·         Boa parte das regras e instruções militares eram preconceituosas, ignorantes e ultrapassadas. Estavam presentes na polícia desde o berço. Um militarismo definhado, mas que permanece o mesmo nos dias atuais.
(Fato verídico)
·         Os outros órgãos evoluíam. A polícia era a mesmice de sempre, que segundo os mais antigos da Instituição: “Na polícia nada se cria! Tudo se copia”.
(Fato verídico)
·         A polícia era atrasada, cruel e até desumana. Uma filosofia débil, grotesca, pusilânime, retardada. A Polícia Militar achava que humilhando seus homens durante o curso, colocando eles em situações abaixo da honra, a Instituição alcançaria dois fins: a de que ela mandava, e a de que a hierarquia envergava, mas nunca quebrava. Como também, se os Alunos suportassem todas as humilhações sofridas durante meses, fora dos muros do quartel estariam prontos para tudo. A polícia os preparava para as piores situações e, assim, nada no mundo civilizado os abalaria após o Curso de Formação. Devido ao Regulamento Disciplinar arcaico, a polícia criava monstros, doentes mentais, homens cansados e heróis derrotados.
                  Depois de meses de humilhação, dívidas, intensa repressão, desgaste físico e emocional. Terem cheirado gás lacrimogêneo por meses, devido às instruções. Terem suas vistas queimadas, dezenas de vezes, por gás de pimenta. Rastejando em lama por horas, com os rostos colados nela, e coturnos em suas costas. Os alunos não saíam do curso para ser a cura da sociedade. Saíam de lá cansados e doentes! Querendo descontar a injustiça. E assim como ninguém teve dó deles, por que eles teriam alguma condolência?
               Alguém iria receber as dores. Se eles achassem marginais: ótimo! Caso não, qualquer um iria acabar sendo o alvo dos heróis desbravados que o Estado maltratou. Educando-os, não para eles agirem com discernimento e, sim, manterem a ordem a qualquer custo. Nem que para isso seja usado violência psíquica ou física, repressão ou crime. As mentes perturbadas dos Alunos não discerniam mais com total sensatez. As mentes fortes se mantinham com sequelas. As fracas se tornaram dementes fardados, dotados de poder.  A lei era para os pobres, para os humildes, para os fracos. Os poderosos, os influentes, os políticos: tudo estava aos pés deles, inclusive a lei se curvava para uso e fruto pessoal dos poderosos. Quem tem, pode abusar ou não dos fracos.
(Fato verídico?! Certas evidências e atitudes não precisam mais ser explicadas. Agora vocês compreendem o porquê que a polícia agride porque quer, como está no vídeo que o Capitão Bruno do choque afirma isso. O Estado maltrata o policial de uma forma que alguns ficam com sequelas. )
O Capitão Bruno, PM que sofre os abusos relatados AQUI, afirmando que agredi porque quer. O Estado o faz assim:                      
                                         
Vítimas da repressão do Estado. Cidadãos que contribuem para o país, vítimas da violência policial determinada pelos governantes e políticos a seus vassalos, CMTs das PMs e das operações durante as manifestações para um Brasil melhor para todos. Contudo, os corruptos só querem o melhor para os seus bolsos e se danem o país e o que buscam melhorias ou se manifestem visando um Brasil melhor.
                                         
·         Sei que essa represa será lavagem de dinheiro. Sei que metade dos Deputados desta Assembleia estão recebendo dinheiro dos empresários interessados. Nunca foi o lema de melhor para o povo. É somente o melhor para os bolsos de vocês. Seus inescrupulosos hipócritas e sugadores da ingenuidade dos cidadãos. No fim o que resulta são políticos bilionários, lavando dinheiro em obras públicas, recebendo propinas de magnatas e comprando a imprensa local. Iludindo a população com ideologias programadas. Persuadindo os inocentes a apoiarem bandidos. A Assembleia fede! Está podre! Ladrões carniceiros! Além de ladrões, assassinos também?! A imprensa está na sala e é comprada! A TV local é comprada pelo Governo, pela polícia, pela Assembleia. Nada disso que está sendo falado será transmitido na TV e hoje mesmo isso será provado! O Presidente da Câmera porque comprou quase todos os Deputados, inclusive seus concorrentes. Você, Deputado, ofereceu cinco milhões a quem o apoia-se, inclusive a mim! Só que eu neguei o seu dinheiro sujo. Contudo, o projeto foi votado e aprovado. A maior parte dos Deputados estava recebendo propina; milhões para cada um.
(Fato verídico?! Rsrs...)
·         Bandido! Não se meta com ele. Ano passado morreu o Sargento Alfredo da Diagonal. Ele foi assassinado na frente da esposa e dos filhos. O Sargento Alfredo investigava o Sargento Armando e quando conseguiu as provas, foi morto. Todos sabem que foi Armando, contudo, ninguém provou!
(Fato verídico!)
·         Os irmãos na igreja dizimaram o que tinham em seus bolsos. Só naquela noite o pastor arrecadou mais de quarenta mil reais. E muitos irmãos, no decorrer da semana, venderiam seus bens, mesmo por um preço mais barato! Eles darão a Deus o dinheiro. A igreja do pastor Macedo fazia esse intercâmbio. Em uma vida passageira, o melhor mesmo era garantir a eternidade. Dinheiro não trazia felicidade. Fé em Deus era a felicidade. O pastor inventou a conversa da revelação Divina porque tinha uma grande quantidade de cocaína para pagar. Em todas as outras milhares de igrejas, os pastores foram instruídos para falarem a mesma coisa.
(Fato verídico?!)
·         Já disse para não repetir isso. Nunca mais diga que eu transava com o seu irmão, ou que transmiti HIV a ele e a você. É nosso segredo. E pare de cheirar; vá embora. Perdi o clima. Passou o tesão. – Disse o padre.
(Fato verídico! Devido ao seu poder e influência, padre transmitiu HIV a crianças.)
·         Algumas semanas se passaram. Tudo continuava igual na cidade. Tudo estava igual no país. Manchete por cima de manchete; corrupção por cima de corrupção; bizarrices, crimes, falcatruas, mentiras... Tudo por cima de tudo! Nada como penalidade ou resultado! Era o Brasil do momento; vomitar não adiantava: vomitávamos ao chão; mas de cima vinham as fezes de porco do poder. Éramos uma sociedade livre em um país tendendo cada vez mais ao imundo. Éramos as prostitutas do sistema. O Governo nos pegava de quatro, deixava-nos no chão com o rosto sobre as fezes de porco e nossos próprios vômitos de bêbados: o Governo fazia o que queria com a “cadelinha sociedade”. Já nós: aplaudíamos, fingíamos que não era conosco ou até ríamos do vizinho; quando na verdade, estávamos tão em meio à merda que era estranho sorrir com as fezes entre os dentes; mas éramos tapados e não enxergávamos o poder que uma sociedade livre detinha. Entretanto, estávamos há tanto tempo com a fuça nas fezes e vômitos, que perdemos o discernimento ou a sabedoria. Só percebíamos o tronco que nos rasgava por trás. Mas no fim, sentíamos até gostoso e relaxávamos. Pois, nem gemíamos mais de dor; talvez de prazer: era gostoso ser fudido! Aceitávamos tudo. Aceitávamos a merda de cima. Vomitávamos porque acabava nos fazendo mal. Mas no futuro virão mais eleições e iremos votar nos mesmos putos, nos mesmos sacanas hipócritas que nos pegavam de quatro. Somos uns potros safados, acomodados, néscios, covardes, bandidos... Éramos e ainda somos merecedores dessa carniça chamada poder, dessa imundice deslavada, da porcaria toda que acompanhamos na história: TV, jornais, revistas e por trás dos bastidores.
A verdade é que quando nos acostumamos com a carniça, ter urubu comendo carne podre é normal. Mesmo se a carne for a nossa. Acostumamos de tal forma com esse poder bandido, que seria uma eguagem tremenda falar sobre um resultado que nunca virá. Nossa falta de fé e coragem é tremenda. Continuemos a vomitar. Que o sistema também continue a despejar mais fezes de porco sobre nós. Tudo é uma festa: carniças; carnificinas; podridões: é o meu país! É o meu Brasil! O seu Brasil também.
Era muita impunidade. Era muita bandidagem. Criminosos demais soltos. E os mais poderosos representavam a nação. Eram nomeados com poder. Políticos, Embaixadores, Ministros, Secretários, cargos vitalícios e de confiança, assessores, Diplomatas e empresários coligados por um sistema cada vez mais emaranhado de podridão. Era uma bomba relógio: um dia explodirá! Mas enquanto esse dia não chegar: milhares, milhões, faziam, fazem e continuam seus caixas dois. Os desgraçados viciados em poder e grana estão cada vez mais ricos e poderosos. E assim, 190 milhões de pessoas na mão desses bandidos que apenas defecam em nossas cabeças as fezes das suas bundas fedidas. Mas a realidade é que, apesar de parecer um horror, muitos de nós abrimos a boca para o alto e engolimos as fezes de porco com gosto! Somos brasileiros. Somos guerreiros! Nossos sobrenomes são um único: corrupção. Os poderosos defecam em nós, nos varam de quatro e vomitamos. Eles nos enfiam de cabeça no vômito, e o máximo que fazemos é darmos mais poder, e de quatro, a todos que nos fazem isso.
(Realidade brasileira?!)
·         Mas aquele Sargento não acreditava nisso, e foi essa a razão de ele ter deixado Gilberto dizer adeus. Pois, se ele acreditasse em vida pós-morte, teria que viver com medo de ir para o Inferno, e os corruptos, os hipócritas, os imorais, os criminosos, os mentirosos e tantos outros tipos não querem ter esse medo em suas consciências. Então, não havia nada após a morte. Só a vida e tudo que poderiam usufruir dela. Entretanto, na possibilidade infinita de existir Deus, a misericórdia Divina o absorveria depois que ele se arrependesse amargamente no Inferno. Assim, uma vida de crimes e luxúria ainda valeria à pena, afinal, seria apenas alguns dias de dor no Inferno e ele faria sua paz com Deus: o Misericordioso! E descansaria em glória no Paraíso! O crime compensava em todos os sentidos. Aquele homem pensava assim.
(Os políticos criminosos que demos o poder só se preocupam com o agora, até os que fingem ser crentes!)
·         Os outros órgãos liberavam, outros funcionários públicos trabalhavam de acordo com o período que estudavam. A Polícia Militar, com seu Regulamento Disciplinar Neandertal, não! E quando um PM queria estudar para crescer como pessoa, seus CMTs não permitiam e dificultavam a ida aos estudos, e humilhavam os que seguiam esse caminho: a PM queria asnos escravos! Assim, mantinha as escalas impróprias, como também, colocava os estudantes em escalas-extras. Tudo para desestimula-los em relação aos estudos e permanecerem na instituição com seus salários miseráveis. Por causa disso, muitos se perdiam no mundo do crime. Outros estavam constantemente afastados para tratarem de problemas de saúde mental.
(Fato verídico!)
·         Políticos, membros do Ministério Público, Desembargadores, Senadores, Deputados, Magnatas, Gerentes de Bancos Privados, de Economia Mista e Públicos também saíram. O nome do Presidente e do Vice-Presidente do Banco Central, outros Governadores de Estado, Prefeitos, Vereadores, Órgãos Públicos inteiros, Delegados, Oficiais das Forças Armadas, Chefes das Alfândegas, Embaixadores, Ministros, Policiais Federais, Civis e Militares. Donos de emissoras de TV, famosos, artistas e atletas também estavam na lista. Grande parte dos poderosos do Brasil estavam envolvidos.
(Fato verídico?!)
·         Culpa do sistema. De uma política miliciana ultrapassada e coercitiva. Vocês louvam e bajulam qualquer um que não seja Militar, ou para pedirem favores, ou para serem adorados e respeitados depois. Já, quanto aos subalternos, os companheiros de serviço, humilham e desprezam. Vocês Oficiais e suas poses, fingindo ser o que não são! A verdade é que os políticos pisam em cima de vocês, os magnatas exigem favores que vocês são obrigados a cumprir. Todos vocês são lixos! O sistema precisa mudar. A polícia precisa de uma reforma. Não existe ética, caráter, honra e humildade. Existe abuso, violência, preconceito, pose! Vocês são uma vergonha para a sociedade. Sei que aqui tem alguns inocentes; alguns que não fazem parte do esquema podre que se tornou a polícia; dessa merda que é hoje e que fede a fezes de porco e vômitos de bêbados. O Governador faz o que quer com os carrapatos e os carrapatos são vocês, Oficiais. Carrapatos nojentos que sugam o sangue das suas vítimas, que sugam o sangue da Tropa. A cidade hoje é dos traficantes porque há políticos envolvidos, como muitos poderosos de vários órgãos também! E vocês aceitam e nada fazem; e tudo por uma estrela a mais no ombro. E sei que lá fora vocês são homens normais. Aqui dentro são deuses. Agem como se fossem Deus!
Contudo, o que seria certo? Deixar os criminosos usando fardas e os inocentes ocupando os presídios. O certo é mandar o chefe do tráfico fugir e matar inocentes? O certo é dar mais valor a um varredor de rua e trata-lo com educação? E não dizendo que o gari não mereça ser tratado com educação, ele é digno disso! Um serviço digno, duro e merece todo o nosso respeito! Mas acontece que aqui dentro da instituição miliciana, os mesmos que dão um bom dia a um varredor de rua e o respeitam, falam para um Soldado que pobre não estuda, e humilhar, e constranger, faz parte da rotina. Não importando se é na frente da família desse Soldado ou da Tropa inteira. Boa parte dos Oficiais usam suas patentes para humilhar, para desprezar, para mesquinhez pessoal e favorecimentos. Para alimentarem o ego. Para se autoafirmarem que têm poder! O certo é ser hipócrita e agir como se tivesse moral? Acontece que os senhores são esse tipo de homens. São essas coisas.
               Vocês podem até não estar puxando o gatilho agora; mas a maneira de agir cria os subalternos que disparam e matam inocentes. Vocês colocam policiais despreparados nas ruas para poderem falar na imprensa com maior discernimento. Contudo, impedem os mais pobres da Tropa de crescerem como pessoas. Só que a culpa do Brasil estar como está hoje é dos senhores. Os senhores tratam malandro com dignidade e o Soldado, o Cabo e o Sargento, que estão na linha de frente e morrem, tratam com desprezo, humilhação e preconceito. Os Oficiais são promovidos automaticamente; já os Praças, nem com o tempo de serviço. Moral, para quem tem poder vocês dão! Fazer um favor para um subalterno, não. A PM precisa passar por uma reforma. Tem que haver uma melhor consciência dos Oficiais. Entendam que não somos as cadelas do Governador e de outros poderosos; mas da maneira que se comportam, dão a eles essa visão. Os senhores, Oficiais, respeitam os estranhos, mas não respeitam os companheiros, os subalternos. Homens que são da família miliciana. Homens que sangram conosco, que morrem conosco. Éramos para sermos mais unidos. Contudo, os senhores fazem a Tropa se distanciar. Com o tempo, preferimos ver o cão, que ver Oficiais. São repugnantes e asquerosos. Me dão nojo e nojo a todos.
(É a mentalidade do pensamento de milhares de Oficiais PM!)
·          “Dane-se a ética ou a moralidade, não temos mesmo!” Assim pensavam os Deputados presentes.
(Fato verídico?!)
·         Ele manipula indiretamente todo o Congresso, todo o Senado e o Presidente da República. Ele é de uma família antiga na política e das mais poderosas. Desde a época da Política do Café com Leite, dos poderosos Coronéis. O poder dele não vem de hoje, foi passado de geração em geração. Ele assumiu os negócios da família há anos. Ele é o homem que você procura. O homem mais poderoso do Brasil e do mundo. Ele é o leviatã. Ele é o demônio. Se você acha que está sendo o inferno é porque não viu como ele é mal, cruel e desumano. As milhões de pessoas que morrem no mundo por causa da falta de ações políticas, de desvios de dinheiro para o tráfico de drogas, de apoio à prostituição e à miséria, ele coordena tudo. Tudo que envolve o tráfico de drogas no mundo acontece com o consentimento dele. Se o pegar, você derruba o cabeça de tudo. Ele é todas as cabeças da Hidra de Lerna. A besta do Apocalipse.
(Fato verídico?!)
·         As viaturas sucateadas da polícia não tinham motor para essa perseguição. O dinheiro da Segurança Pública é desviado, sempre foi assim. Os números inventados, dizendo que anualmente se gastam milhões, são mentiras deslavadas. As viaturas em muitos Estados são sucatas. A polícia está a mercê da própria sorte. Em alguns interiores, os pneus das viaturas estão no arame farpado. Alguns veículos só funcionam a terceira e a quinta macha. Há municípios que os carros não rodam porque a polícia faz parcerias com as prefeituras e os prefeitos dizem que circular gasta muito combustível, então que elas fiquem quietinhas, deslocando apenas para ocorrências ou o mínimo possível. E isso porque a Polícia Militar é constitucionalmente ostensiva e preventiva. Ou seja, teria que ser vista para prevenir. Mas os prefeitos interioranos pouco se importam com a Constituição. Quanto menos gastam com a polícia, mais sobra para as suas carteiras. O dinheiro é contabilizado como gasto; contudo, gasto em suas fazendas, mansões e em apartamentos na capital. Enquanto os políticos ficam com uma fatia da receita destinada à Segurança Pública, a polícia usa seus Praças em serviços que não são o de polícia. A verdade é que os mecânicos dos quartéis são PMs, desviados das suas funções constitucionais para desempenharem outras funções atípicas, e não se tornam só mecânicos, como também: cozinheiros, faxineiros, zeladores, secretários, office-boy etc. Tudo para economizar alguns trocados. E como a verba não chega aos batalhões, desviado antes disso por muitos, cada qual pegando uma fatia! Peças de alguns veículos são colocados em outros. Com o tempo, as viaturas ficam sucateadas nos batalhões e uma frota de cinquenta viaturas, trinta rodam com dificuldades, o resto é sucata em forma de receita. O Governo mente. Os comandantes também; já que são nomeados pelos Governadores dos Estados, e, ou dão entrevistas como eles ordenam ou no mínimo, exonerados das suas funções. É a política e suas manipulações. E quem tem poder, quer mais poder. Todo Coronel da polícia quer ser CMT Geral da polícia. Então, quando o Governador nomeia, o CMT Geral segue a risca as ordens do Governador e só fala quando eles autorizam e o que autorizam! É o sistema. É o Brasil
(Fato verídico! Esses SW4 e veículos em geral que a polícia possui nos grandes centros é apenas uma forma de política. Em alguns Estados, no interior principalmente, há sucatas em forma de viaturas e ordens dos prefeitos para as viaturas não circularem, pois eles que abastecem e é preciso sobrar mais dinheiro para ser desviado para suas contas particulares.)
·         As circunstâncias, os criminosos, os crápulas fizeram ele ser a única arma contra um sistema imundo, contra um Brasil sujo, contra uma nação envergonhada por governantes e leis podres e ultrajantes. O Brasil era lesado, foi assim desde o desmatamento da Mata Atlântica. Os brasileiros eram lesados e a nossa situação se agravou ainda mais com os governantes das últimas décadas. E políticos pobres antes do poder, tornam-se bilionários depois de alguns anos de mandatos. Nós aceitávamos o descaramento, o assalto em nossos bolsos. Pagamos os impostos mais altos do mundo e o dinheiro em vez de retornar para nós, ficam na mão de ladrões que nos representam.
(Os manifestantes estão sendo essa única arma contra o sistema imundo!)
·         A PM ainda não é uma instituição igualitária, é machista e preconceituosa. E uma prova disso, em todo o país, não tem uma CMT Geral da polícia PFem ou homossexual declarado.
(Fato verídico!)
·         Trabalhamos oitos horas por dia para pagar os salários dos nossos governantes, enquanto nossos filhos têm uma das piores educações do mundo, a 88º no ranking mundial e isso porque somos a sétima economia do planeta. A Saúde Pública cada vez pior. Era um descaso total com os contribuintes e as estatísticas provam isso: anualmente falecem nos hospitais públicos cerca de 100 mil pessoas por infecções hospitalares. Outras cinco mil por doenças de Chagas, em virtude da negligência do nosso Governo, como também, cerca de dois milhões de brasileiros estão infectados com esta doença. Enquanto isso, 12 milhões tem diabetes e chega a quase 55 mil o número de mortos por ano. Outros 300 mil brasileiros falecem de doenças cardíacas e os cardiologistas afirmam que essas pessoas poderiam ser tratadas e essas mortes evitadas. Temos mais de 130 milhões de brasileiros sem os esgotos das suas moradias tratados e 75% dos brasileiros que moram em área rural vivem essa realidade. Atualmente mais de 40 milhões de brasileiros não tem acesso à água tratada e 8 milhões sequer tem banheiros em suas moradias. Como se não bastasse isso, o Brasil tem mais de 16 milhões de miseráveis, mais de 14 milhões de analfabetos e quase 78 milhões de pobres. Já por falta de Segurança Púbica, 43 mil pessoas são assassinadas e mais 51 mil desaparecem anualmente no nosso país. Sem falarmos no número enorme de mortes no trânsito, em virtude também de rodovias esburacadas e mal sinalizadas, são quase 43 mil mortes anualmente. Esses dados provam que o Brasil se encontra abandonado. São muitos descasos. A nação esqueceu a lista. Esqueceu a lição de Gilberto. O mundo esqueceu! Onde está a saúde pública no nosso país? A educação? A Segurança Pública? Os corruptos não se importam. E os dados oficiais afirmam que são quase 70 bilhões de reais desviados anualmente através de corrupção no Brasil. Ou seja, desde que o Real entrou em vigor, foi desviado por volta de um trilhão e 300 bilhões de reais. Dinheiro que mudaria para melhor a vida de milhões de brasileiros. Sendo que o verdadeiro valor desviado pelos corruptos é incalculável. Somos a melhor nação do mundo porque aqui todo poderoso faz o que quer e o povo ainda os aplaudem como se tivéssemos vendo um espetáculo. O Governo nos dá farelos: bolsa família, bolsa escola etc. Disfarce para manipular suas garras! E enquanto a nação come ovos, os poderosos esbanjam caviar. Não ensinam filosofia nas escolas. São poucos os colégios que teem música no currículo escolar. Não ensinam a Constituição. O poder não quer pensadores, o poder que asnos. E uma nação com 192 milhões de pessoas, torna-se uma nação com 190 milhões de néscios. Os outros dois milhões são os espertinhos, os ligeirinhos, os aproveitadores, os criminosos, os corruptos e os ligados a eles. O Brasil padece de socorro
(Fatos verídicos!)
·          Entre tantas coisas que o Brasil precisava, o Presidente queria sancionar acordos bilaterais com a Colômbia e liberar o uso da cocaína no Brasil de forma controlada. Só que os brasileiros não têm uma estrutura educacional e hospitalar para atender todos os viciados, como também, com o número de pobres que temos, culturalmente, em pouco tempo, iremos à estaca zero. Não haverá mais como andar nas ruas sentindo uma sensação de segurança; já que esta já não temos mais! Sem falar que o acordo bilateral não era envolvendo outros ramos de negócios, não era para empresas e indústrias politicamente corretas e sim para intensificar o tráfico de drogas e nas escuras seriam criadas mais rotas, mais portos, mais entradas e saídas para a cocaína em nosso país. O Presidente permitiria isso porque era o negócio dele. E se antes o Estado era dele, e tudo ele sabia; agora o país era dele e tudo ele vai continuar sabendo. O criminoso mais poderoso do mundo era o nosso líder. Colocado no poder pela massa! Agora os brasileiros iam ter ao menos quatro anos parar amargar com a “Besta” no Brasil. A “Besta” era brasileira. Um brasileiro. O Presidente. E ele sorria perante as câmeras e o mundo conhecia o seu rosto e poucos sabiam o quanto ele era mal, demoníaco, perverso: o leviatã! E tão perto e nos dominando e manipulando.
(Fato verídico?! Ainda não, mas estamos a cada dia mais próximo dessa realidade. Mundo, esse é o Brasil.)

Os trechos acima são do meu romance político “Morte ao Poder”. O livro mais fielmente brasileiro de todos os tempos. Um quinto dos leitores deste blog são americanos, então, apresento-lhes o Brasil. Lembrando que qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência. Contudo, o livro é uma ficção. E a bomba está explodindo, dia a dia os brasileiros se cansam e o Brasil vai explodir. Entretanto, a PM sempre faz greve devido a baixos salários e quando eles estiverem em greve haverá manifestações e quero ver quem os Governadores irão manipular, ameaçar, ordenar para usar de violência se preciso contra os seus próprios eleitores. Lembro que o Comandante Geral da Polícia e o Secretário de Segurança Pública são nomeados pelo Governador, ou seja, fazem o que é mandado fazer ou são ameaçados com a exoneração do cargo. E aqui esta verdade é colocada em pauta porque a mídia que tem rabo preso esconde esses fatos. Contudo, já viajei por centenas de cidades, por todas as cinco Regiões do Brasil e as pessoas falam o que vivem e vivenciei muitos fatos. Tem PM no Pará que já põe a mão aberta ao parar um veículo, não para pedir a documentação e sim para receber o dinheiro do café; já no Maranhão, o café pode ser até R$ 2,00. É moda PM pedir em algumas estradas e cidades. Mas não ocorre somente lá, em São Paulo, Rio de Janeiro e outros grandes centros, se o PM insinuar, é melhor tirar algum trocado do bolso e entregar, eles têm o poder de polícia e a palavra de um PM em serviço está acima da de um cidadão comum. E lembrem-se o sofrimento, tortura e humilhação que os PMs passam durante as instruções. Alguns só querem descontar o que sofreram; outros, só cumprem o que seus CMTs ordenaram. O Brasil está a um passo de explodir. O Regulamento Disciplinar Militar tem que mudar e deixar de tratar os Alunos como se não fossem seres humanos ou tivessem vida. O Sistema é tirano e os Governadores e políticos em geral se aproveitam dessa deficiência na polícia para cometerem a maior roubalheira que o Brasil já viveu e quem protesta é afugentado, violentado, preso e daqui em diante, quem sabe, começaram matar. Tirar a vida de quem só quer um Brasil digno, ético, menos corrupto. A bomba está para explodir, as corrupções dos nossos políticos estão muito escancaradas. Até quando o povo vai aguentar? Até quando o povo vai para a rua sem se armar? Os militares agressores têm que lembrar que quem apanha um dia cansa. Temos um Brasil repleto de bandidos. Poderosos, líderes, políticos, membros do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil, do Judiciário e até da imprensa, coligados. Há também quem faz matéria séria e imparcial, contudo, há os que devem e têm que pagar, e pagam burlando informações e passando à massa somente o que é conveniente e permitido. Aqui transmito ao mundo o Brasil à beira da explosão, quem sabe, da extinção. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário